Viagens Argentina

Argentinian Explorer, a sua agência de viagens em Argentina e Sulamérica apresenta a seção Viagens Argentina, uma amplia e variada carta de viagens desde o Norte da Argentina, passando por Mendoza e Buenos Aires, no centro, até a Patagônia na região sul da Argentina. Se encontra somente à um clique com o mouse para começar à desfrutar e apreciar os diferentes roteiros que percorrem a Argentina. Assim, encontrara em breves e cativantes descriçoes os lugares, regioes e destinos de turismo mais conhecidos, e outros aínda por explorar, descobrindo uma Argentina tão rica em belezas naturáis e autóctones, tão fascinante pela sua cultura e história, o encanto das pessoas em cada lugar que visite e a diversidade de atividades que se podem fazer em cada um dos destinos.


Diferentes viagens Argentina

São muitas as opções para conhecer Argentina, dependendo do tempo disponível que você tenha temos três programas de viagens com diferente duração desde a viagem de 30 dias, até um itinerário intermédio de 21 dias e a viagem curta de 15 dias. A viagem Argentina de norte a sul em 30 dias é a viagem mais longa, tendo os seguintes destinos turísticos: Buenos Aires, Cataratas, Salta, Jujuy, Puerto Madryn ou Mendoza, Ushuaia, El Calafate, Bariloche e San Martín de los Andes, os nove destinos mais importantes da Argentina. Tendo a opção de escolher de acordo à estação Puerto Madryn ou Mendoza. O programa de 21 dias é de sete destinos, deixando a Patagônia norte. No caso do programa de 15 dias tendo seis destinos, ficando fora além da Patagônia norte, Puerto Madryn e Mendoza. Igualmente estas viagens pela Argentina são referenciais já que nós aconselhamos mais as viagens podem mudar de acordo aos desejos do cliente. Podem-se fazer viagens duma quantidade menor de dias, visitando mais destinos nos mesmos dias.

Viagens Argentina Itinerários de norte a sul...

Argentina de norte a sul em 30 dias

A viagem mais completa é de 30 dias. Começa na cidade de Buenos Aires, navega pelo Tigre e Delta do Paraná, logo faz uma visita pelos bairros mais tradicionais da cidade de Buenos Aires. Deixamos a capital para voltar para o nordeste do país com o objetivo de conhecer as Cataratas do Iguaçu, do lado argentino e brasileiro. Continuamos a nossa viagem pela Argentina desde este para oeste até Salta para fazer vários dias ao noroeste argentino. À Salta descobrimos a bela cidade colonial, logo os Valles Calchaquies pela Rota Nº9 até os Valles Calchaquíes e por Cachi. Depois vamos para Jujuy para começar o percurso pela Quebrada de Humahuaca e os seus povoados: Purmamarca e Tilcara.

Desta maneira ficamos na metade da viagem e temos que decidir si vamos para Mendoza ou Puerto Madryn: vai depender da estação do ano. Se vamos visitar a Argentina entre os meses de dezembro e maio é melhor Mendoza, percorrendo a rota do vinho, os caminhos de montanha pela Cordilheira dos Andes ou viajar para San Rafael para olhar o Cañon del Atuel. Se vamos visitar a Argentina nos meses de junho até fins de novembro é melhor viajar para Puerto Madryn para olhar a Baleia Franca Austral. Percorremos também a Península Valdes para olhar a fauna e aves marinhas; se ficamos entre os meses de setembro para diante teremos a possibilidade de olhar a Colônia de Pingüins Punta Tombo, a maior colônia de pingüins de Magalhães de América do Sul.

Ainda fica a metade da viagem e vamos deixar para caminhar a Patagônia desde sul para o norte. Desta maneira, vamos voar desde Mendoza o Puerto Madryn até Ushuaia. Ficar-se à Puerto Madryn vamos ir diretamente, enquanto, se ficamos à Mendoza teremos que fazer escala em Buenos Aires para pegar a conexão para o sul. Os próximos dias vamos fazer a patagônia austral, navegando pelo Canal de Beagle, percorremos o Parque Nacional Tierra del Fuego e chegamos até os Lagos Fagnano e Escondido. À El Calafate teremos faremos o Glaciar Perito Moreno. Logo vamos ir perto do Glaciar Upsala navegando pelo Lago Argentino. Depois deixamos El Calafate para viajar para Bariloche e San Martin de los Andes, a última etapa desta viagem de 30 dias, a Patagônia norte, a região mais bela da patagônia toda.

Viagens Argentina de norte a sul em 21 dias

A grande diferença entre o itinerário de 21 e outro de 30 dias é que esta viagem termina na Patagônia Austral, faz um percurso muito parecido, mas não faz a Patagônia norte, deixando San Carlos de Bariloche e San Martin de los Andes para outra oportunidade. Nesta viagem como na viagem de 30 dias teremos a possibilidade de adicionar o noroeste: San Juan, La Rioja, Catamarca e Tucumán, mas é necessária uma semana para conhecer a região. Desta maneira teremos que mudar a patagônia austral por esta região menos turística da Argentina, mas muito interessante. Se você já tinha viajado para a patagônia sul é uma muito boa opção. No caso de adicionar o noroeste, por donde começamos a viagem? Aconselhamos logo visitar as Cataratas, voar até Salta e baixar desde o norte para o sul, passando primeiro por Jujuy e Salta, logo Tucumán, Catamarca, La Rioja, San Juan e Mendoza, mais é necessário ter em conta que não poderemos fazer o sul do país.

Viagens Argentina de norte a sul em 15 dias

A viagem mais curta dos programas combinados. Poderemos considerar um percurso relâmpago pela Argentina conhecendo: Buenos Aires, as Cataratas de Iguaçu, uma viagem por Salta e a Quebrada de Humahuaca para logo viajar para o sul para olhar o maravilhoso Glaciar Perito Moreno, em El Calafate. Este itinerário é aconselhado para ter uma observação rápida dos atrativos mais importantes da Argentina. Mas também é necessário ter em conta que fazer quatro destinos turísticos em tão pouco tempo se perde muito tempo, subindo e baixando do avião todos os dias. Tenha em conta que, por exemplo, desde Buenos Aires até as Cataratas teremos mais de 1.200 km e desde Salta até El Calafate mais de 4.000 km, desta maneira dois dias ficam perdidos em vôos. É por isso que em 15 dias fazemos somente 4 destinos, sendo um erro tirar dias para adicionar mais, já que é necessário ter mais dias de avião e não vamos desfrutar. Vamos procurar não ter este erro, já que se termina conhecendo mal e pouco os destinos.

Qual é a diferença entre os programas clássicos e os de primeira classe?

As diferenças são as seguintes:

Viagens Argentina Clássicas de norte para o sul:
  • Transfers grupais
  • Excursões clássicas em grupo (viagens tradicionais)
  • Guias grupais
  • Vôos em classe turista
  • Atenção permanente
Viagens Argentina primeira classe de norte para o sul:
  • Transfers em privado
  • Excursões em privado (as navegações são em regular sempre)
  • Guias privados (se pode incluir nos transfers)
  • Vôos em classe de negócios (primeira classe)
  • Atenção personalizada permanente