VALE FÉRTIL E VALE DA LUA

Um itinerário exclusivo de San Juan, para conhecer em detalhes todas as suas atrações naturais e sua cidade. Começamos percorrendo o Valle Fértil mas, antes, visitamos a Difunta Correa, no Povoado de Vallecito. Nosso périplo continua pela capital e seus arredores: vamos ao Valle de Calingasta e Pampa del Leoncito. Terminamos nossa travessia no norte de San Juan, por Jáchal, Cuesta del Viento e Rodeo.

San Juan: Vale da Lua (Ischigualasto)

7 dias - 6 noites

Esse programa poderia ser chamado "Pelos Caminhos de San Juan", devido à intenção de viajar por todos os lugares de interesse dessa província. Da capital vamos ao Valle de La Luna, no Parque Provincial Ischigualasto, seguimos em direção ao Valle de Calingasta para chegar à Pampa del Leoncito. Não podemos deixar de ir ao norte da província para visitar o Dique Cuesta del Viento, Jáchal e Rodeo.

San Juan: Vale da Lua (Ischigualasto)

7 dias - 6 noites

  • Alojamento Quartos Duplos com a categoria do hotel selecionado
  • Transferências detalhadas no itinerário
  • Excursões regulares detalhadas no itinerário (exceto opcional)
  • Passagens aéreas de cabotagem
  • Guia de espanhol bilíngüe inglês
  • Coordenação Permanente

Dia 1 - San Juan

Recepção e traslado no aeroporto de San Juan ao hotel.

Dia 2 - San Juan, Dique de Ullum & Cavas de Zonda

Conhecemos os principais lugares de interesse da cidade de San Juan, que estão no centro-norte do Valle del Tulum. Essa cidade foi praticamente destruída pelo terremoto de 1944, por isso é uma das cidades mais novas da Argentina. É a cidade natal de Domingo Faustino Sarmiento, presidente da Argentina e grande realizador na educação pública. As maiores atrações de San Juan são o Embalse de Ullum, a Quebrada de Zona e o Caminho do Vinho.

Em nossa visita podemos conhecer a Casa Natal de Sarmiento, que é a única testemunha colonial conservada na cidade: possui 9 salas, três quartos de serviço e 2 pátios, que respeitam a distribuição das casas da época. Outro lugar para ser visitado é a Catedral, em honra a São João Batista: é uma das igrejas mais modernas já que a primeira foi feita em 1712 pela Companhia de Jesus e foi reconstruída em 1979 devido ao terremoto. Outros lugares de interesse são o Auditório Juan Victoria, que é um lugar cultural por excelência, o Museu Sanmartiniano, entre outros. Depois visitaremos o dique de Ullum e Cavas de Zonda, onde degustamos vinhos de primeira qualidade de San Juan.

Dia 3 - Parque Provincial Ischigualasto: Vale Fértil & Vale da Lua

Vamos ao Valle Fértil, prévio passar pelo Santuário de la Difunta Correa, no povoado de Vallecito, San Juan. Há uma grande devoção popular por parte dos católicos, apesar dela não ser reconhecida pela Igreja Católica. Os seguidores crêem em seus milagres e a consideram uma santa popular, venerada como uma deusa. Chegamos ao Parque Provincial Ischigualasto para descobrir o Valle de la Luna e suas cinco estações.

Esse parque tem 62.000 hectares de extensão e está a 330 kilômetros da capital de San Juan. Possui um considerável patrimônio geológico e paleontológico e foi declarado Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO, em 2000. Ischigualasto pertence ao período Triásico há 300 milhões de anos e é uma representação fiel dessa época, onde os primeiros mamíferos e dinossauros se propagaram. Nessas terras foi encontrado um dos dinossauros mais antigos, Eoraptor Lunensis. Suas geoformas principais são: El Gusano, Valle Pintado, Cancha de Bochas, Submarino, El Hongo e Los Colorados. À tarde voltamos ao Valle Fértil, onde nos hsopedaremos.

Dia 4 - Barreal, Vale de Calingasta & Pampa del Leoncito (Observatorio Astronômico)

Saímos de Pampa del Leoncito e vamos ao Observatório Astronômico e ao Cerro Alcázar. O caminho é montanhoso, vemos o cerro Villicúm, chegamos no povoado de Talacasto, prévio haver passado pela Quebrada de las Burras; depois, entramos em Calingasta para chegar a Barreal. De Barreal vamos à Pampa del Leoncito, onde é praticado windcar ou carro a vela, graças aos ventos que sopram a mais de 80 km por hora. O carro a vela é um carro pequeno com 2 rodas de carro na parte traseira e 1 roda de moto na frente e tem um mastro que, geralmente, é de aluminio – para que seja mais leve e possa se mover com mais impulso.

Pampa del Leoncito é também chamado Barreal Blanco. É uma estrutura geológica perto do povoado de Barreal, onde foi criada uma reserva natural. É uma planicie com solo árido e rachado, de 15 kilômetros de longitude e 5 kilômetros de largura; antigamente era o fundo de um lago, sem nenhum tipo de vegetação, e é parecido a uma teia de aranha. A vista é atípica e a cor branca é muito profunda. Podemos ver o cerro mais elevado de San Juan: Cerro Mercedario, com seus imponentes 6.772 metros.

Depois de almoçar em Barreal, o centro de turismo mais importante do vale (é um povoado com ruas de terra e lindos álamos) visitamos o complexo astronômico El Leoncito. É um observatório que está aos pés da cordilheira, a 2.500 msnm, na Reserva Astronômica de San Juan, e ocupa quase 70.000 hectares - é um lugar excelente para a observação espacial. De volta a San Juan desfrutamos de uma vista espetacular do Cerro Alkázar.

Dia 5 - Norte de San Juan: Jáchal, Dique Cuesta del Viento e Rodeo

Pegamos a rota 40 e vamos ao norte da província de San Juan, deixando para atrás o rio San Juan, e passamos por povoados como Albardón, Matagusanos, Talacasto e pelo cerro Villicúm para chegar à cidade de San José de Jáchal, onde conhecemos as culturas indígenas no museu. Mudamos de itinerário e vamos a oeste, para a pré-cordilheira central, por um caminho montanhoso, descobrindo vistas especiais.

Conhecemos Cuesta del Viento – um lugar próprio para a prática de esportes náuticos como o windsurf, depois vamos a Rodeo, um pequeno povoado de montanha que está próximo do Dique Cuesta del Viento, uma represa hidroelétrica que possui um espelho d’água cristalina e de cor turquesa.

Continuamos nosso itinerário até Pismanta, onde está o famoso complexo termal e se mistura o árido do deserto com o verde do oásis: é um dos lugares mais bonitos de San Juan. Suas águas termais possuem propriedades curativas, terapéuticas e rejuvenecedoras, e são ideais para o reumatismo e as afecções dermatológicas. Retornamos à capital de San Juan por Las Flores e Bella Vista, por um caminho de pré-cordilheira; subindo a ladeira chegamos à zona mais elevada em El Colorado. Em Talacasto, retomamos a rota 40 para entrar em San Juan.

Dia 6 - Rota do Vinho Sanjuanino: Vinhedos & Adegas

Transfer do hotel para o Terminal de ônibus de Mendoza. Recepção no Terminal de ônibus de San Juan e traslado para o hotel. Na tarde vamos visitar as adegas mais importantes da província de San Juan, onde teremos a possibilidade de degustar alguns dos vinhos premiados em todo o mundo, conhecendo o processo desde o seu início na mesma terra até sua chegada à mesa das famílias. Há dois caminhos de vinho em San Juan, a rota do sul que destaca vinhos, champanhe e bebidas espirituosas, elas são Vinhas de Segisa, Fabril Alto Verde, Miguel Más e Las Marianas. O outro caminho é o oeste, para conhecer a história do vinho de San Juan, as adegas e o Museu Santiago Graffigna, Merced del Estero que é uma adega boutique, além de instalações para a produção de nozes, azeite e vinagre de vinho.

Dia 7 - San Juan

Café da manhã no hotel. Traslado para o aeroporto de San Juan. Fim de nossos serviços.


Contate-nos Reservar Baixar PDF